Após sinalizar interesse em Edinson Cavani no começo de agosto, o Atlético-MG tenta fazer uma nova investida pelo atacante uruguaio, que seria a contratação mais cara na história de 112 anos do clube.

O Galo fez uma proposta de R$ 2,3 milhões por mês, livre de impostos (R$ 30 milhões anuais), para o uruguaio, que já rejeitou os valores. Cavani deseja receber mais que o dobro do oferecido: R$ 64,7 milhões anuais. As informações são do GE.

O clube tinha o fator Sampaoli para contratar Cavani. No entanto, o atacante deseja continuar na Europa para disputar a Champions League.

Além do Galo, o Grêmio também sinalizou interesse por Cavani e chegou a fazer uma proposta. As negociações não foram para frente e o uruguaio permanece sem clube. (Metrópoles)