Bolsonaro não descarta privatizar a Petrobras, mas espera proposta de Guedes
Connect with us

Política

Bolsonaro não descarta privatizar a Petrobras, mas espera proposta de Guedes

“Você vai ter que analisar custo benefício, o que é bom para o Brasil e o que não é”, apontou.

Publicado há

em

Valter Campanato/Agência Brasil

Após o governo anunciar a abertura de estudos sobre nove empresas que podem fazer parte da carteira do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse não descartar a possibilidade de privatizar a Petrobras.

No entanto, o chefe do Executivo afirmou que não vai tomar nenhuma decisão sem antes analisar a situação. “Vamos ver a proposta que vai ser apresentada para mim. Paulo Guedes não mostrou ainda”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada nesta quinta-feira (22).

O presidente afirmou que o governo estuda todas as possibilidades. “Precisamos nos preparar para qualquer coisa. Governo estuda privatizar qualquer coisa no Brasil. Tudo é estudado, levantado e discutido. Você vai ter que analisar custo benefício, o que é bom para o Brasil e o que não é”, apontou.

Notícia Relacionada:  Governador participa de evento com Paulo Guedes em Novo Hamburgo

Interferências
Ainda sobre a Petrobras, Bolsonaro disse que quer saber o motivo pelo qual o preço da gasolina diminui nas refinarias, mas não na bomba. “Está havendo cartel, não está? Não é fácil vencer esses grupos no Brasil, os mais variados em todos os quatro cantos, que trabalham em causa própria”, comentou.

Sobre a possibilidade de interferir no preço da gasolina, Bolsonaro disse que em momento algum deu ordens para abaixar o valor e apenas respondeu: “É uma estatal? Qual o objetivo, o fim social? Atender a população”, apontou.

O presidente também reclamou das acusações de interferência em órgãos da administração federal. “Me elegeram presidente para quê? Para manter a turma do PT que estava lá? Não posso trocar nome de ninguém que é interferência?”, reclamou. (Metrópoles)

Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio