Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Dois policiais militares foram presos preventiva neste domingo, 13, acusados de matar dois jovens na madrugada de sábado em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

Parte da ação dos PMs foram gravadas por câmeras de segurança. Nas imagens, é possível ver um dos policiais atirando nas vítimas em uma moto sem qualquer motivo aparente. Em seguida, os dois jovens caem. As informações são do jornal Extra.

As gravações mostram ainda um dos PMs dando um chute nas costas de um dos jovens que está caído. Logo depois, o carro branco que estava parado atrás da viatura da polícia deixa o local.

Outra câmera mostra o momento em que os jovens são algemados e levados pelos policiais. Edson Arguinez Junior, 20 anos, e Jordan Luiz Natividade, 18 anos foram encontrados horas depois em outro local, distante do ponto onde foi feita a abordagem.

O cabo Júlio Cesar Ferreira dos Santos e o soldado Jorge Luiz Custódio da Costa foram presos e suas armas apreendidas.

Em depoimento, os dois policiais disseram que o piloto da moto perdeu o controle e eles caíram, e que não houve nenhum disparo. As imagens contradizem a versão dos PMs.

Em audiência de custódia, o juiz Rafael de Almeida Rezende disse que, apesar de as imagens mostrarem os jovens sendo algemados, “tal ocorrência não foi registrada em nenhuma delegacia, tampouco encaminhada a outro órgão, tendo os policiais deixado o plantão respectivo sem nada relatar a seus superiores”.

De acordo com informações publicadas pelo jornal Extra, a perícia encontrou o que parece ser sangue nos tapetes da viatura e no chão onde ocorreu a abordagem.

Via Catraca Livre