Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Um homem morreu e uma mulher ficou gravemente ferida depois de serem atropelados por um carro que estaria em alta velocidade no Recreio, na Zona Oeste do Rio, na noite desta quarta-feira (30).

A polícia suspeira que o automóvel, modelo Mini Cooper, estaria sendo dirigido pelo jogador do Botafogo Márcio Almeida de Oliveira, o Marcinho. O carro foi rebocado para o apartamento do lateral-direito, na Avenida Sernambetiba, próximo do local do acidente.

De acordo com o registro de ocorrência, feito na 16ª DP (Barra da Tijuca), Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima atravessavam a Sernambetiba, na altura do número 17.170 quando foram atingidos pelo Mini Cooper.

Policiais militares foram chamados por pedestres e, após buscas na região, localizaram o carro abandona na Rua Hermes de Lima, também no Recreio.

A Polícia Civil foi acionada, uma perícia foi realizada no carro e impressões digitais foram recolhidas. Segundo o delegado Allan Luxardo, titular da 42a DP (Recreio), que assumiu as investigações, o motorista fugiu depois do acidente.

“Marcinho é suspeito de ter atropelado o casal e fugido depois do acidente. Nossas equipes estão na rua pra cumprir outras diligências, como buscar imagens de câmeras de segurança e identificar testemunhas. O carro também está sendo apreendido para que uma nova perícia complementar seja feita”, informou o delegado Alan Luxardo.

Segundo o advogado Márcio Albuquerque, que defende o casal, Maria Cristina fraturou as duas pernas, passou por uma cirurgia no Hospital Municipal Lourenço Jorge e não tem previsão de alta.

Procurada por Época, a assessoria de imprensa do Botafogo informou que não conseguiu contatar o jogador Marcinho para emitir um posicionamento sobre o assunto.dor com o clube termina nesta quinta-feira O contrato do joga A assessoria do atleta ainda não retornou os pedidos de esclarecimento. (Época)