Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Pessoas com sintomas de Covid-19 poderão remarcar prova do Enem

Candidatos com outras doenças infectocontagiosas também conseguirão participar da reaplicação de provas

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Candidatos que apresentarem sintomas de Covid-19 ou por outras doenças infectocontagiosas previstas nos editais, nos dias de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, poderão participar da reaplicação das provas, em 23 e 24 de fevereiro de 2021.

Em casos assim, a condição deverá ser comunicada, por meio da Página do Participante, antes da aplicação do exame.

As doenças infectocontagiosas que permitem a remarcação do exame são: coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela e Covid-19.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também destaca que participantes que apresentarem os sintomas apenas nos dias da véspera ou na realização do exame não deverão comparecer às provas, primando pela segurança e a saúde coletiva.

Nesses casos de última hora, além de registrar o ocorrido na Página do Participante, o inscrito deverá entrar em contato com a Central de Atendimento do Inep (0800 616161) e relatar a condição.

Análise

Para a análise da possibilidade de reaplicação, o candidato deverá inserir, obrigatoriamente, no momento da solicitação, um documento legível que comprove a doença. Na documentação, deve constar o nome completo do participante, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.

O documento precisa ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2 MB.

Realização do Exame

A prova será realizada nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, na versão impressa, e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021, na versão digital.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que mais de 5,7 milhões de inscrições foram confirmadas nesta edição do exame.

Uma série de medidas contra o coronavírus será aplicada no dia do exame. A ocupação das salas será de 50% da capacidade original, menor do que a de anos anteriores. Segundo o Ministério da Educação, a quantidade de locais de prova será aumentada para comportar todos os inscritos.

Além disso, o MEC ressaltou que uma sala especial, com ocupação de até 12 pessoas, será destinada aos participantes que são mais vulneráveis à Covid-19, como gestantes, lactantes, idosos e pessoas com condições médicas preexistentes.