Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) multou em mais de R$ 10 milhões a fabricante Recofarma, da Coca-Cola, na última semana.

Segundo a Folha de S. Paulo, o órgão alega que não recebeu resposta sobre um pedido de explicação a respeito de uma ação promocional feita no ano de 2019, que recebeu uma série de reclamações de consumidores.

O Procon-SP diz que clientes se queixaram que a Coca-Cola não fez a troca dos vale-brindes pelos prêmios nos postos indicados.

O órgão também afirma o regulamento contém cláusulas abusivas. Procurada pela reportagem, a empresa diz que não recebeu a multa e que a promoção ocorreu conforme as regras. (Metrópoles)