Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Sorte de Lucas Penteado ter conquistado imunidade ao Paredão da primeira semana do BBB21. Caso contrário, teria conquistado a maioria dos votos da casa na madrugada deste sábado (30/1), durante a festa Herança Africana. O ex-Malhação passou boa parte da balada falando de jogo com os demais participantes.

Lucas assumiu uma estratégia perigosa: “Eu precisava que as pessoas achassem que eu estou muito chapado, para ver quem é que está comigo e quem não está”, explicou. Para a tática dar certo, foi em vários participantes falar do jogo para, segundo ele, causar uma “revolução”. Em vez disso, arrumou uma série de tretas com participantes diferentes do programa.

Em um momento, falou para Pocah que iria “desconstruir um boy escroto“, se referindo a Rodolffo. Depois, falou para o próprio sertanejo que se ele não deixasse de ser “machista, homofóbico e racista” o mandaria ao Paredão. O ator também levou Camilla de Lucas aos prantos, após dizer estar se fingindo de bêbado para analisar adversários.

Enquanto Camilla desabafava com os amigos, Lucas brigava com mais uma sister, Kerline. A treta começou quando Kerline falou que Lucas, apesar de falar que está gostando dela, deseja na verdade ficar com Thais. “Você está afim de ficar com a Thaís e você mesmo falou isso. Aí você vai e faz uma situação ridícula, me expõe para a casa toda”, disse.

O brother não negou: “Eu falei que ficaria com a Thaís, é uma situação diferente. Ficaria porque ela é uma mina linda”. Chateada com a situação, Kerline foi para o quarto chorar e ganhou apoio de Karol Conká. A rapper, que já ouvia o relato de Camilla, resolveu tomar as dores das meninas e foi tirar satisfações. “Você não vai encurralar as meninas na parede, não vai desestabilizar as meninas. Agora eu tô do lado da Kerline”, disparou Karol para Lucas.

Fonte: Metropoles