Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga um caso de estupro contra uma menina de 10 anos, que está grávida de gêmeos. O padrasto, de 26 anos, é suspeito pelo crime.

Segundo a polícia, foi a mãe foi quem denunciou o crime após descobrir que a filha está com 14 semanas de gestação. Com informações do jornal O Tempo.

A mãe da menina também está grávida do suspeito, com 21 semanas.

De acordo com a delegada do caso, Adelina Xavier Santos, a criança era estuprada desde os seis anos. O último ocorreu quando a menina já estava grávida.

“A mãe explicou que a menstruação da filha já estava atrasada há uns três meses e ela resolveu fazer um exame de gestação, foi quando ela descobriu que a menina estava grávida”, disse a delegada.

Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública revelam quem em 84,1% dos casos de estupro de vulnerável, o agressor é um parente próximo ou conhecido da família da vítima, e a violência acontece em ambiente domiciliar.

Cerca de 58% das vítimas de estupro de vulnerável tinha menos de 13 anos no registro do crime.

Catraca Livre