Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Assim como em outros reality shows, o entretenimento do BBB 2021 é observar o que os participantes andam fazendo 24 horas por dia. Uma cena de Karol Conká fumando, quando ela ainda estava habitando a casa mais vigiada do Brasil, causou polêmica nas redes sociais.

Tercio Arnaud Tomaz, assessor especial do presidente Jair Bolsonaro, insinuou que a Globo tem oferecido maconha dentro do confinamento do Big Brother Brasil: “Maconha? Globo comprando e enviando maconha para os participantes do BBB?”.

Renan Brites Peixoto, que é jornalista da GloboNews, desmentiu Tercio e ainda provocou: “Você gosta de uma Fake News né, assessor. Isso é cigarro comum. Pouco trabalho aí no Palácio?”.

O G1, portal da emissora, reafirmou que Karol estava apenas fumando um cigarro de palha, com tabaco dentro, tachando a insinuação como “fake news”. Os fumantes tem cigarro à sua disposição, que são reabastecidos semanalmente.

Karol Conká foi eliminada com rejeição recorde do BBB 2021, com 99,17% dos votos, por conta de sua trajetória polêmica no reality show. A rapper enfrentou o quarto paredão com Gilberto e Arthur, que tiveram porcentagens decimais.

Voltando a falar em Bolsonaro, que indiretamente norteou essa pauta, os participantes ouviram fogos de artifício num determinado momento e imaginaram que o presidente tivesse sofrido um impeachment, em conversa liderada com Lumena. Gilberto ficou animado com a ideia: “Em nome de Jesus… Confia! Eu iria amar”.

O pernambucano, pouco tempo depois, imaginou que seria a ampliação da vacinação contra a Covid-19: “Tiago falou da vacina, que um dia vai estar todo mundo vacinado e que vai tentar conversar com a gente”. Sarah discordou da hipótese que Tiago Leifert avisaria: “Eu acho que não. Avisou porque o povo estava morrendo, é diferente. Não que o povo está sendo salvo”. João Luiz apostou que viria uma consulta médica, se esse fosse o caso.

Fonte: RD1