Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

O Brasil registrou oficialmente 57.472 casos confirmados de coronavírus e 1.212 mortes ligadas à doença neste sábado (20), segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass).

Com isso, o total de infecções identificadas no País subiu para 10.139.148, enquanto os óbitos chegam a 245.977.

Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.

O Conass não divulga número de recuperados. Segundo o Ministério da Saúde, 9.029.159 pacientes haviam se recuperado até sexta-feira (19).

A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes subiu para 117 no Brasil, a 21ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino, Liechtenstein e Andorra.

Em números absolutos, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam mais de 28 milhões de casos, e da Índia, com 10,9 milhões. Mas é o segundo em número absoluto de mortos, já que mais de 496 mil pessoas morreram nos EUA.

Ao todo, mais de 110,9 milhões de pessoas já contraíram o coronavírus no Mundo, e 2,4 milhões de pacientes morreram.

Vacinômetros estaduais

A vacinação contra o coronavírus teve início há pouco mais de um mês e para auxiliar no acompanhamento do número de pessoas vacinadas, os governos estaduais e municipais passaram a divulgar um “vacinômetro”.

A página é uma espécie de banco de dados que registra, entre outras informações a quantidade de quem já tomou algum tipo de imunizante contra a doença, locais de vacinação e os grupos que estão sendo vacinados.Também é possível obter as informações por município.

O Ministério da Saúde disponibiliza também uma ferramenta com informações sobre o registro das doses aplicadas da vacina. Os dados sobre as coberturas vacinais podem ser acessados por meio de um painel on-line, no LocalizaSUS (https://localizasus.saude.gov.br/).

O cidadão pode acompanhar, pela internet, o panorama de aplicação das vacinas por Estado e nas capitais. Em alguns casos, entretanto, as informações não estão atualizadas.

O Sul