Laboratório revendia próteses dentárias roubadas de cemitérios – Porto Alegre 24 horas

Laboratório revendia próteses dentárias roubadas de cemitérios

Dois homens foram presos e local interditado em uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Laboratório clandestino revendia para dentista próteses dentárias roubadas de cemitérios também clandestinos no Rio de Janeiro. Policiais da Delegacia Especial de Crime contra o Consumidor (Decon) fecharam o local no bairro de Ricardo de Albuquerque, na zona norte do Rio de Janeiro. Dois responsáveis pela fábrica foram presos.

“Recebemos a denúncia de que haveria um fábrica de dentaduras e próteses clandestina. Constatamos que boa parte da matéria-prima era reutilizada. Prosseguimos com as investigações e descobrimos um receptador que captava com alguns coveiros de forma clandestina, revendia para esse estabelecimento e tudo era vendido para diversos consultórios odontológicos do Rio. A investigação continua para identificar os outros envolvidos”, afirmou o delegado André Neves.

Após adquirir o material de forma ilegal, as próteses passavam por um processo químico para aparentar ser produto novo. Os responsáveis pelo local foram presos em flagrante por crimes contra o consumidor e contra a saúde pública. (Metrópoles)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade