Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Dona Miguelina, de 71 anos, mãe do jogador Ronaldinho Gaúcho, morreu neste sábado (20), vítima de Covid-19. Ela foi diagnosticada com a doença em dezembro e permaneceu internada desde então para tratamento. Contudo, não conseguiu superar o novo coronavírus. Antes de perder a batalha para a enfermidade, ela já havia lutado contra um câncer.

A informação foi publicada pela Rádio Itatiaia. Sobrinho de Ronaldinho e filho de Assis, Diego Assis confirmou a informação, dizendo que a avó “foi descansar”.

Em dezembro passado, Ronaldinho usou os seus perfis nas redes sociais para pedir orações para a mãe. Ela havia sido internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, após contrair coronavírus.

– Queridos amigos, minha mãe está com Covid e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe – escreveu o ex-jogador.

Via GE