Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

O magistrado João Costa Ribeiro Neto, da 1ª Vara Criminal de Peruíbe, no litoral paulista, expediu um pedido de prisão preventiva para um professor de esportes acusado de abusar de, pelo menos, três meninos com idades entre 12 e 15 anos.

Uma das vítimas, um adolescente de 12 anos, denunciou o crime à polícia com medo de que os irmãos também fossem abusados, segundo informações do G1.

Na audiência, foram ouvidos três meninos, sendo dois irmãos e o terceiro, amigo de um deles. Segundo o magistrado, “todos narraram com riqueza de detalhes que sofreram abusos sexuais e físicos por parte do acusado”.

Segundo as vítimas, os abusos sexuais aconteceram entre os anos de 2016 e 2020. “Além disso, os depoimentos também indicam comportamento agressivo e violento por parte do acusado”, escreveu o magistrado.

O educador foi preso por estupro de vulnerável e encaminhado à Cadeia Pública de Peruíbe, aguardando vaga em um Centro de Detenção Provisória da região para ser transferido enquanto aguarda julgamento.

O adolescente de 12 anos decidiu contar aos pais o que vinha acontecendo quando o dicente, que ensinava futebol às crianças do bairro, sugeriu que ele convidasse os irmãos mais novos, de 11 e 9 anos, para aprender o esporte.

Metrópoles