Reprodução

Mais de 50 cachorros ficam abandonados após donos morrerem de Covid-19

Animais estão sob os cuidados de ativistas de Rio Claro (SP), que realizam uma campanha de adoção para encontrarem um novo lar para eles

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Depois que um casal de Rio Claro (SP) morreu de Covid-19, mais 50 cães ficaram sozinhos. Por enquanto, eles continuam na mesma casa em que moravam com os antigos donos, no Jardim Independência, e aguardam por adoção. Os animais estão sendo cuidados por ativistas dos direitos dos animais.

Durante a internação até a morte do casal, quem cuidou dos cães foi a filha deles, que também positivou para a doença, afirmou reportagem do portal G1.

Os protetores de animais, então, assumiram o lugar e agora organizam a doação dos bichinhos, uma vez que o imóvel onde eles estão é alugado e a casa precisa ser devolvida ao proprietário.

“Com a campanha, nós ganhamos muita ração e produto de limpeza. Todos os animais estão fazendo hemograma e recebendo os remédios para carrapatos. Hoje mesmo fizemos um mutirão, com três veterinários, para colher os exames dos animais”, afirmou a advogada e voluntária Giselle Pfeifer ao portal.

De acordo com ela, os animais são vira-latas e dos 68 cachorros deixados pelo casal, 15 já foram adotados.

Metrópoles