Mc Mirella foi vítima de esquema de exploração sexual aos 17 anos – Porto Alegre 24 horas

Mc Mirella foi vítima de esquema de exploração sexual aos 17 anos

Reportagem exibida no ‘Fantástico’ mostrou um esquema do qual a funkeira foi vítima

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O ‘Fantástico’ exibiu, neste domingo (02), uma matéria que detalhou o funcionamento de um esquema de tráfico de mulheres liderado por Rodrigo Otávio Cotait. De acordo com a reportagem, jovens mulheres, menores de idade, eram selecionadas pelas redes sociais, filmadas no apartamento do empresário e negociadas com compradores no exterior. Mc Mirella foi uma das vítimas deste esquema quando ela tinha apenas 17 anos.

De acordo com a advogada de Mirella, Adélia Soares, a cantora consta como vítima e testemunha. “Essa quadrilha contratou ela, tentou leva-la. Então, houve realmente essa situação, mas não sofrendo o crime, não se concretizou o crime”, disse a representante da funkeira.

Ainda de acordo com a reportagem, a investigação, apelidada de “Operação Harém” mostra que, em 2019, Mc Mirella teria tentado convencer uma menina de 16 anos a participar do esquema pelo valor de dois mil reais, que, após a negativa da garota, foi elevado e chegou a cinco mil. “Em momento algum, houve essa questão de aliciamento. Inclusive, houve uma investigação que foi arquivada”, defendeu Adélia.

Fato é que Mc Mirella foi vítima do esquema e do poderoso empresário Wissam Nassar, um os principais investigados pela polícia federal por explorar mulheres agenciadas por Rodrigo. A reportagem mostra ainda que a quantidade de seguires e os títulos de beleza (miss brasil, por exemplo) encareciam as negociações de mulheres.

Um áudio interceptado mostra uma conversa em que o agenciador de Mirella supõe que ela teria dificuldade em comprovar que foi vítima da quadrilha, visto que foi paga em dinheiro. “Paguei em cash, não tinha nem conta em banco”, diz um agenciador.

Veja um trecho da reportagem:

Fonte: POP line

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade