Foto: Aaron Chown – WPA Pool/Getty Images

Estados Unidos confirma o envio de 3 milhões de doses da Janssen para o Brasil

Este é o maior número de vacinas doadas pelos EUA para qualquer país até agora. Brasil já havia recebido 1,5 milhão de doses do imunizante

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Após negociações diretas entre a Casa Branca e o governo brasileiro, os Estados Unidos confirmaram, nesta quarta-feira (23/6), o envio ao Brasil de 3 milhões de doses de vacinas Janssen, produzidas pela Johnson & Johnson.

Kevin Munoz, assessor de imprensa da presidência norte-americana, confirmou a informação pelo Twitter.

“Amanhã continuaremos nosso trabalho para enviar mais vacinas para o mundo e acabar com o vírus em todos os lugares, com 3 milhões de doses ao Brasil”, diz o post.

A ação é uma doação direta, fora do mecanismo Covax. A expectativa é que elas sejam enviadas nesta quinta-feira (24/6) do aeroporto de Fort Lauderdale, na Flórida, para o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

Este é o maior número de vacinas doadas pelos EUA para qualquer país até agora.

Outra remessa

Na manhã dessa terça-feira (22/6), o Brasil recebeu 1,5 milhão de doses da vacina Janssen contra a Covid-19. O quantitativo é menor do que o anunciado no início do mês pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo ele, a pasta havia antecipado a chegada de 3 milhões de unidades do imunizante.

Na ocasião, Queiroga ainda disse que o ministério busca agilizar vacinas não só da Janssen, mas de outros fabricantes.

O país tem contrato firmado com a farmacêutica Janssen para o fornecimento de 38 milhões de unidades do fármaco.

No dia 12 de junho, Queiroga anunciou que a farmacêutica reduziu em 25% o valor do contrato de 38 milhões de doses. (Metrópoles)