João de Deus é preso novamente, condenado por crimes sexuais – Porto Alegre 24 horas

João de Deus é preso novamente, condenado por crimes sexuais

Ele morava em Anápolis (GO) há um ano e meio, desde que passou a cumprir pena em prisão domiciliar
Foto: Agencia Brasil

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Da Revista Fórum

Conhecido como João de Deus, João Teixeira de Faria foi preso nesta quinta-feira (26), no município de Anápolis (GO). Ele mora na cidade e cumpria, desde março de 2020, prisão domiciliar.

O novo mandado de prisão foi pedido pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e expedido pela comarca de Abadiânia, também em Goiás.

A denúncia foi oferecida no dia 13 de agosto por promotores. A motivação foi crime de estupro de vulnerável, cometido contra oito mulheres. Depois de receber a nova denúncia, a Justiça determinou a prisão de João de Deus.

O caso relaciona outras 44 vítimas. Porém, como os crimes estão prescritos, as mulheres foram arroladas como testemunhas. Elas irão depor, com o objetivo de reforçar a forma de agir de João de Deus, conforme informou o MP-GO. Os crimes ocorreram na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia.

Benefício

Depois de cumprir parte da pena em regime fechado, no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, João de Deus passou para prisão domiciliar. Ele estava em sua residência, em Anápolis, há quase um ano e meio.

A defesa de João de Deus conseguiu o benefício da prisão domiciliar, em março de 2020, após alegar problemas de saúde e vulnerabilidade do condenado, por causa da Covid-19.

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade