Vídeo mostra menino de 2 anos antes de morrer dentro de carro em Bauru, no interior de SP – Porto Alegre 24 horas
Foto: Reprodução

Vídeo mostra menino de 2 anos antes de morrer dentro de carro em Bauru, no interior de SP

Babá, que esqueceu criança, teve prisão preventiva decretada pela Justiça.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Um vídeo gravado por câmeras de segurança mostra o menino de 2 anos, que morreu após ser esquecido pela babá dentro de um carro, em Bauru, no interior de São Paulo, se movimentando próximo ao vidro dianteiro (veja abaixo). O veículo estava parado na frente da casa da cuidadora. Segundo a Polícia Civil, a criança ficou lá dentro por mais de 3 horas e não resistiu.

A babá foi presa em flagrante na quarta-feira (25), logo após a morte do bebê, e teve a prisão preventiva decretada nesta quinta-feira (26). Segundo a polícia, Glaucia Aparecida Luiz, de 35 anos, informou em depoimento que cuida de cerca de 10 crianças com a ajuda da filha, de 16 anos, na casa delas.

A mulher disse que esqueceu o menino dentro do carro por cerca de 15 minutos e, ao voltar lá, percebeu que ele estava desmaiado. No entanto, as imagens obtidas pela polícia mostram que a criança ficou no veículo fechado das 13h45 às 16h51. Nesse meio tempo, às 16h22, Glaucia chegou a sair e colocar um pacote na lixeira, mas não se lembrou de retirar a criança.

A polícia diz que o menino só foi retirado às 16h51, quando a mulher foi novamente até o veículo. Minutos depois, ela saiu de casa com ele no colo e seguiu para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Mas ele já chegou sem vida, com sinais de sufocamento e desidratação.

Após levar o menino para o hospital, ela entrou em contato com os pais. Só quando eles chegaram ao local souberam da morte do filho. O corpo da vítima foi velado em Bauru e sepultamento aconteceu nesta tarde no Cemitério Municipal de Macatuba.

O caso foi registrado como homicídio com dolo eventual e segue sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Bauru. Já a babá foi encaminhada para um presídio em Avaré, também no interior paulista.

A defesa de Glaucia informou que vai entrar com um pedido de habeas corpus, já que a mulher nunca teve a intenção de matar o menino.

Creche irregular
A investigação mostra que Glaucia cuidava de pelo menos 10 crianças em casa, em uma creche irregular. A polícia ainda apura as circunstâncias pelas quais esses menores eram atendidos e que ela ainda pode responder por essa situação.

Fonte: Metro

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade