Suspeito de estuprar menino de 12 anos é preso com material nazista – Porto Alegre 24 horas

Suspeito de estuprar menino de 12 anos é preso com material nazista

Investigações apontaram que Aylton Doyle tentava agarrar crianças no condomínio onde mora na zona oeste do Rio
Foto: Divulgação/PCRJ

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Um suspeito de tentar estuprar um menino de 12 anos foi preso nesta terça-feira, 5, em Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro. Na casa dele, os policiais civis encontraram um farto material de apologia ao nazismo.

Entre os objetos encontrados pelos policiais na residência de Aylton Proença Doyle Linhares estavam 12 fardas nazistas, bandeiras, um quadro de Adolf Hitler, recortes de jornal dos anos 1950 sobre nazismo e fascismo, medalhas do Terceiro Reich, miniaturas de estátuas e veículos, um capacete militar e um documento da SS, polícia do Estado Nazista, com a foto de Aylton.

Crédito: Divulgação/PCRJ

A investigação começou após o registro de boletim de ocorrência na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) feito por um vizinho de Aylton sobre a tentativa de estupro de um adolescente no condomínio onde os dois residem.

Os agentes apuraram que Aylton tentava agarrar crianças dentro do condomínio. A Justiça determinou a prisão temporária dele por tentativa de estupro.

Aylton também foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma e discriminação racial.

Apologia ao nazismo é crime

Vale ressaltar que a apologia ao nazismo é considerada crime no Brasil e está enquadrada na Lei nº 7.716/89, chamada lei do racismo. As punições podem ser de multa à prisão.

Fonte Catraca Livre

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade