Brasil ultrapassa EUA na taxa de pessoas totalmente vacinadas contra a Covid-19 – Porto Alegre 24 horas

Brasil ultrapassa EUA na taxa de pessoas totalmente vacinadas contra a Covid-19

Segundo plataforma Our World in Data, Brasil tem 60% da população com duas doses, enquanto os EUA estão estagnados nos 58%
Foto: EFE

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Dados da plataforma Our World in Data, administrada pela Universidade de Oxford, mostraram nesta terça-feira, 16, que o Brasil ultrapassou pela primeira vez os Estados Unidos na porcentagem de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid-19. Enquanto o país norte-americano, que tem livre demanda de imunizantes há meses, tem 68% da população com pelo menos uma dose e 58% com o esquema vacinal completo, o Brasil acumula 76% de pessoas com uma vacina e 60% com duas doses.

Em um gráfico animado disponibilizado pela plataforma é possível ver os EUA “largando na frente” na corrida da vacina e disparando em relação ao Brasil nos primeiros seis meses de 2021. O país fica estagnado, porém, entre julho e agosto, quando o Brasil ganha força na imunização, ultrapassando o país nas aplicações da primeira dose no mês de setembro e da segunda dose em novembro.

Segundo a Universidade de Oxford, até o momento 7,4 bilhões de doses da vacina foram aplicadas no mundo e a média diária de doses administradas é 31,5 milhões. Ainda assim, apenas 52,2% da população mundial está imunizada com pelo menos uma dose.

A desigualdade é revelada quando encaramos as taxas de imunização de países pobres, onde apenas 4,6% das pessoas receberam pelo menos a primeira dose do imunizante. De acordo com os dados do Our World In Data, o país mais imunizado com primeira dose da vacina no momento são os Emirados Árabes Unidos (91% da população). O Brasil aparece na 15ª posição do gráfico, atrás de países como Chile, Portugal e Canadá. (Jovem Pan)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade