Condenado! Ataque de Silvio Santos vai custar R$ 4 milhões; vídeo – Porto Alegre 24 horas

Condenado! Ataque de Silvio Santos vai custar R$ 4 milhões; vídeo

“De forma muito deselegante e abusiva, utilizou seu poder patronal para repreendê-la”, diz o juiz sobre Silvio Santos
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Na sentença em que deu a Rachel Sheherazade a vitória em uma ação trabalhista contra o SBT, o juiz do Trabalho Ronaldo Luis de Oliveira, de Osasco (SP), condenou a emissora a pagar R$ 500 mil em danos morais por atos misóginos de Silvio Santos contra a apresentadora – no total, a sentença soma R$ 4 milhões.

Na sentença, o magistrado analisou as cenas do Troféu Imprensa de 2017, quando Silvio Santos humilhou a jornalista ao dizer que ela havia sido contratada para “ler as notícias do teleprompter, não foi para você dar à sua opinião”, em repreensão às críticas políticas feitas no Jornal do SBT.

“Você começou a fazer comentários políticos no SBT e eu pedi para você não fazer mais. Você foi contratada para ler notícia, não foi contratada para dar sua opinião. Se quiser fazer política compre uma estação de televisão e vai fazer por sua conta. Aqui não”, disse.

Rachel então argumentou: “Quando você me contratou, me contratou para opinar”. E o Silvio Santos então retomou o discurso misógino: “Não. Chamei para você continuar com sua beleza e com sua voz para você ler as notícias“, disse o dono do SBT – assista ao vídeo abaixo:

“Aparentemente, a pretexto de homenagear a apresentadora, aqui reclamante, diante de vasto público que a assistia (e ainda a assiste por plataformas digitais), o referido apresentador, de forma muito deselegante e abusiva, em comportamento claramente misógino, utilizou o seu poder patronal e de figura notória no meio artístico e empresarial para repreendê-la, em público, não somente como profissional, mas, sobretudo – como se pode concluir –, por questão de gênero, rebaixando-a pelo fato de ser mulher, a qual, segundo expressou, deveria servir como simples objeto falante de decoração”, afirmou o juiz na sentença em que obrigou Silvio Santos a indenizar a jornalista em R$ 500 mil pelo ataque.

Além do valor por danos morais, o magistrado ainda condenou o SBT a indenizar a jornalista pelo pagamento de diversas verbas trabalhistas, tais como 13ºs salários, férias, FGTS e benefícios de sua profissão.

Rachel Sheherazade processou a emissora alegando que trabalhou na emissora entre 2011 e 2020, mas, mesmo atuando como empregada, seu contrato de trabalho não foi registrado em sua Carteira de Trabalho.

O SBT alega Sheherazade não executou as atividades exclusivas de jornalista, não fazendo jus, portanto, aos benefícios de tal categoria profissional. De acordo com a emissora, a remuneração ajustada entre as partes teria sido periodicamente reajustada, com percentuais superiores aos previstos em normas coletivas.

Em sua decisão, o juiz reconheceu que as partes mantiveram contrato de trabalho e condenou o SBT ao pagamento de verbas trabalhistas, além da indenização por danos morais, em um total de R$ 4 milhões.

Pelas redes, a jornalista comemorou a decisão. “Justiça julgou procedente minha ação, reconhecendo vínculo empregatício e danos morais. Agradeço aos meus advogados do escritório Mainenti Grossi Froes de Aguilar. Nossa luta está na primeira instância, mas já me sinto vitoriosa“, escreveu. (Revista Fórum)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade