Após discussão por desconto, cliente bate e atira em funcionário do Mc Donald’s – Porto Alegre 24 horas

Após discussão por desconto, cliente bate e atira em funcionário do Mc Donald’s

Crime foi no McDonald’s do Rio de Janeiro. Atendente foi operado e estava estável.
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Um atendente do McDonald’s da Taquara, na Zona Oeste do Rio, foi agredido e baleado por um cliente na madrugada desta segunda-feira (9). Segundo testemunhas, uma discussão começou por causa de um cupom de desconto. A polícia investiga o caso.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

Um atendente do McDonald’s da Taquara, na Zona Oeste do Rio, foi agredido e baleado por um cliente na madrugada desta segunda-feira (9). Segundo testemunhas, uma discussão começou por causa de um cupom de desconto. A polícia investiga o caso.

O caso aconteceu por volta das 2h no McDonald’s da Estrada dos Bandeirantes 544. De acordo com colegas de Mateus, um homem fez um pedido no drive-thru, mas só no fim do atendimento disse que tinha um cupom de desconto. Mateus explicou que a informação precisava ser dada no início do pedido.

O cliente ficou insatisfeito, saltou do carro, quebrou a proteção de acrílico e deu um soco no rosto de Mateus. Depois, ele entrou na loja e atirou no funcionário.

“O cliente começou a gritar na pista do drive. Que se não tratasse ele bem, ele invadia o estabelecimento e daria um tiro no funcionário. E ele aplicou um disparo de arma de fogo à queima-roupa dentro do estabelecimento”, relatou uma testemunha.

O agressor fugiu. A ocorrência está a cargo da 32ª DP (Taquara). Agentes iniciaram diligências para ouvir testemunhas e colher imagens de câmeras de segurança.

Em nota, o McDonald’s afirmou lamentar profundamente e informou que prestou socorro imediatamente ao funcionário, que foi levado rapidamente para o hospital pela polícia.

“A empresa está acompanhando e dando todo o suporte para seus familiares e já está colaborando com as investigações sobre o caso”, emendou.

No mês passado, Mateus foi ameaçado por clientes que tentaram pagar um lanche com uma nota falsa de R$ 200. (G1)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade