Dez crianças ficam presas em brinquedo de parque em SP – Porto Alegre 24 horas

Dez crianças ficam presas em brinquedo de parque em SP

Segundo administração da Cidade da Criança, 10 crianças de 10 a 13 anos ficaram presas a seis metros de altura, e resgate levou cerca de uma hora.
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Crianças ficaram presas em um brinquedo, a seis metros de altura, no parque Cidade da Criança, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, na manhã desta quinta-feira (23).

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros informou que 20 crianças ficaram presas. No entanto, segundo a Prefeitura de São Bernardo do Campo e o parque, 10 crianças de 10 a 13 anos estavam no brinquedo.

Nenhuma delas se feriu. Segundo a assessoria da Cidade da Criança, o resgate levou cerca de uma hora. As crianças foram retiradas por uma escada pelos agentes do Corpo de Bombeiros. A corporação informou que o brinquedo teve uma falha mecânica.

De acordo com o parque, o brinquedo se chama “Tapete” e gira em torno de um pêndulo. Na parte mais alta, as crianças ficam a seis metros.

A Prefeitura de São Bernardo do Campo disse que equipes estão no local para fiscalizar os procedimentos de remoção. “É importante destacar que o parque é administrado pela empresa Nova Cidade Parques São Bernardo do Campo, que acionou os bombeiros e a Polícia Militar”, disse a administração municipal.

A prefeitura disse ainda que o equipamento que apresentou problemas será interditado para manutenção.

Em nota, a administração do parque informou que “o Tapete Mágico (Tapis Volant) entrou em modo de segurança operacional, às 11h05 desta quinta-feira, quando 10 crianças estavam na atração, que tem capacidade para receber 40 pessoas. O procedimento técnico adotado visa à garantia da operação com total segurança e menor risco. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, em menos de uma hora, todas as crianças foram retiradas da atração ilesas, sem nenhum ferimento”.

Ainda segundo o comunicado, “a adoção do ‘modo segurança’ com o travamento da atração obedece aos preceitos técnicos e normativos. Todas as atrações (35) da Cidade da Criança têm manutenção e são submetidas a testes de segurança diários”. (O Sul)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade