Eduardo Bolsonaro sai em defesa de juíza que impediu aborto de menina estuprada – Porto Alegre 24 horas

Eduardo Bolsonaro sai em defesa de juíza que impediu aborto de menina estuprada

O deputado ainda elogiou a polêmica decisão da magistrada e disse que ela estava correta
Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados | Tribunal de Justiça de Santa Catarina/Divulgação

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), saiu em defesa da juíza Joana Ribeiro Zimmer, de Santa Catarina, que impediu uma menina de 11 anos estuprada de fazer aborto legal.

“A juíza está certa”, disse o parlamentar que gosta de se mostrar como um “superconservador” nas redes sociais.

“E vale lembrar que quem primeiro impediu o aborto foi a equipe médica, Respeitem a ciência”, ainda debochou Eduardo Bolsonaro, que passou dois anos de pandemia defendendo medidas e ações sem qualquer amparo científico.

Por fim, o filho do presidente disse que o correto e “civilizado”, vindo de alguém que defende abertamente a pena de morte, tortura e o armamento da população, seria destinar o bebê fruto do estupro à adoção.

“Além disso pode ser entregue para adoção, o algo muito mais civilizado do que condená-lo a pena de morte sem ter culpa de bebê”, concluiu Eduardo. (Catraca Livre)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade