Mãe e filhas são encontradas mortas com sinais de violência sexual
Foto: Reprodução

Mãe e filhas são encontradas mortas com sinais de violência sexual

Elas foram encontradas com facadas pelo corpo e com possíveis sinais de abuso sexual. Uma das vítimas é uma criança de apenas 10 anos.

Compartilhe esta notícia

Uma terrível tragédia abalou a cidade de Sorriso, localizada a 420 km de Cuiabá, no Mato Grosso, na manhã desta segunda-feira (27). Cleci Calvi Cardoso, de 46 anos, e suas filhas, Miliane Calvi Cardoso, 19 anos, uma criança de 10 anos e uma adolescente de 13 anos foram brutalmente atacadas, sendo encontradas com múltiplas facadas em seus corpos. Segundo informações da Polícia Civil, havia possíveis indícios de abuso sexual.

Os corpos de três das vítimas foram descobertos após familiares notarem a ausência da família nos últimos dias e decidirem acionar as autoridades.

As duas meninas mais novas foram encontradas no quarto, enquanto a mãe e a filha mais velha estavam no corredor da residência, situada no bairro Florais da Mata, conforme relatado pelas autoridades policiais.

A investigação está em curso, com a polícia analisando cuidadosamente imagens das câmeras de segurança da região para buscar informações cruciais sobre o caso. A confirmação de possíveis abusos sexuais será realizada após a análise da Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica).

O suspeito de cometer o assassinato das quatro vítimas foi detido em flagrante poucos minutos após a descoberta dos corpos. Ele estava trabalhando em uma obra próxima à residência onde o crime aconteceu.

O suspeito confessou ter atacado as vítimas na madrugada de sábado (25), desferindo facadas na mãe e filhas, além de cometer abuso sexual contra elas. A criança mais nova, de apenas 10 anos, foi vítima de asfixia e veio a óbito.

O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Sorriso para interrogatório, sob responsabilidade do delegado Bruno França Ferreira. Segundo a polícia, ele possui um histórico de violência doméstica.

As autoridades estão empenhadas em averiguar a possibilidade de participação de outras pessoas nesse brutal assassinato, realizando diligências incisivas para esclarecer todos os aspectos desse ato cruel.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!