Vídeo: PM nega ajuda a cidadão ameaçado com arma; mas se impões sobre possível desacato
Foto: Reprodução/Rede Social

Vídeo: PM nega ajuda a cidadão ameaçado com arma; mas se impões sobre possível desacato

Vídeo mostra agente da lei se recusando a intervir em incidente na Estação Carandiru do Metrô de São Paulo, gerando indignação nas redes sociais. Veja o vídeo:

Compartilhe esta notícia

Um vídeo divulgado nas redes sociais capturou um momento tenso na Estação Carandiru do Metrô de São Paulo. Nas imagens, um indivíduo armado ameaça outro enquanto uma policial militar, aparentemente fora de serviço, observa a cena de braços cruzados, sem tomar qualquer medida para conter a situação.

O agressor armado persegue e agride um jovem negro, ameaçando atirar. Para evitar uma possível tragédia, uma mulher se interpõe entre a arma e o indivíduo ameaçado.

O incidente ocorreu por volta das 16h do último domingo, com dezenas de testemunhas presentes na estação do Metrô, localizada na zona norte da cidade de São Paulo. O vídeo também mostra a policial militar recusando-se a intervir e, em certo momento, afastando o jovem ameaçado com um chute na barriga quando este buscou ajuda.

Ao ser questionada por um repórter cinegrafista sobre sua inação diante do acontecido, a policial afirma não estar em serviço, argumentando que o procedimento correto seria acionar o número de emergência 190 e solicitar uma viatura. Contudo, o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar estipula que mesmo fora de serviço, o agente deve intervir para preservar a ordem pública ou prestar socorro, desde que não haja força de serviço suficiente naquele momento.

Até o momento, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo não se manifestou sobre o incidente. O vídeo continua gerando repercussão nas redes sociais, enquanto o jovem ameaçado conseguiu escapar da situação.

Veja o vídeo:

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram e no Whatsapp.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!