Governador do RS sanciona Lei Vini Jr., com protocolo de combate ao racismo
Search
Foto: Divulgação

Governador do RS sanciona Lei Vini Jr., com protocolo de combate ao racismo

De autoria da deputada estadual Luciana Genro (PSOL), o projeto foi aprovado em junho deste ano com 44 votos favoráveis e tramitava desde maio de 2023

Compartilhe esta notícia

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sancionou, nesta segunda-feira (8/7), a Lei Vini Jr., que estabelece um protocolo para a interrupção de partidas esportivas no estado em casos de racismo e homofobia. A lei foi sancionada um dia após condenações na Espanha por casos de preconceito racial contra o atleta brasileiro.

De autoria da deputada estadual Luciana Genro (PSOL), o projeto foi aprovado em junho deste ano com 44 votos favoráveis e tramitava desde maio de 2023.

Protocolo

A lei será aplicada em qualquer praça esportiva no Rio Grande do Sul. Conforme o texto, em casos de racismo, o árbitro deve paralisar a partida até que a situação seja controlada. Se o problema persistir, o jogo deve ser interrompido por 10 minutos, e os atletas devem se retirar de campo.

Se a situação não for resolvida, o árbitro deve encerrar o jogo definitivamente. Além disso, se o ato discriminatório ocorrer antes do início da partida, o árbitro pode cancelá-la.

De acordo com o Observatório de Discriminação Racial no Futebol, o Rio Grande do Sul registrou 20 denúncias de racismo em partidas no estado.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram e no Whatsapp.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!