Capes anuncia corte de 5.613 bolsas de pós-graduação para 2019
Connect with us

Educação

Capes anuncia corte de 5.613 bolsas de pós-graduação para 2019

Publicado há

em

(Foto: Reprodução)

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) anunciou nesta segunda-feira (2) o corte de 5.613 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado no Brasil a partir deste mês. É o terceiro comunicado do tipo neste ano. Ao todo, a Capes vai deixar de oferecer cerca de 11 mil bolsas e não serão aceitos novos pesquisadores neste ano.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta tarde que, em 2020, a Capes só terá metade do Orçamento de 2019. Na proposta de orçamento para 2020, a perda prevista para todo o MEC é de 9%.

Bolsas e “congelamento”

A Capes e o MEC tratam o novo anúncio como um “congelamento” e afirmam que a medida não vai afetar quem atualmente já recebe o benefício. Entretanto, apesar de afirmar que as bolsas estão congeladas, a Capes admite que elas não serão mais oferecidas nos próximos quatro anos, que é o período de vigência previsto caso elas tivessem sido concedidas neste mês.

Notícia Relacionada:  Cerca de 70 mil alunos retornam às aulas nesta segunda-feira em Porto Alegre

A Capes possui, ao todo, 211.784 bolsas atividade em todas as áreas de atuação. Desse total, 92.680 são da pós-graduação. Assim, o corte anunciado vai representar o bloqueio de 2,65%.

De acordo com o governo, a medida vai representar uma economia de R$37,8 milhões em 2019. Ainda segundo a Capes, as bolsas têm vida útil de quatro anos e a economia no período pode chegar a R$ 544 milhões. “O contingenciamento será mantido até o início da vigência de novas concessões”, informou o órgão.

loading...
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio