Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Um asteroide de cerca de 1,7 quilômetro de diâmetro passará perto da Terra no dia 21 de março, às 13h03 (horário de Brasília). Nomeado de 2001 FO32, o corpo rochoso chegará a uma distância mínima de um pouco mais de 2 milhões de quilômetros do planeta, com uma velocidade de cerca de 124 mil km/h.

Entretanto, não há o que temer. Ainda que a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) tenha classificado a rocha como “potencialmente perigosa”, devido ao tamanho e à proximidade, não há perigo de colisão deste corpo rochoso com a Terra.

Qualquer asteroide que chegue a menos de 7,48 milhões de quilômetros de distância do planeta e possua um tamanho superior a 140 metros de diâmetro é considerado potencialmente perigoso pela Nasa.

Segundo informações da agência, o 2001 FO32 passará a 0,014 UA de distância da Terra, ou seja, a cerca de 2,1 milhões de quilômetros. Depois, passará pelo Sol e seguirá viagem. O asteroide foi identificado há 20 anos e é classificado como “Apollo”, o que significa dizer que ele costuma passar perto da órbita da Terra.

Poderão assistir à “visita” do asteroide pessoas munidas de telescópios de 8 polegadas ou mais. A olho nu, não será possível enxergar o corpo rochoso.

Ainda que possa causar certo temor a passagem de uma rocha gigante tão perto da Terra, a Nasa assegura que, pelo menos pelos próximos cem anos, não há com que se preocupar. A próxima rocha que requer atenção dos astrônomos é o asteroide designado como 2009 FD, que passará pelo planeta em 2185 – e mesmo assim, o potencial de colisão é de menos de 0,2%, uma chance de uma em 714.