Coerência, honestidade e coragem, pede Marchezan à equipe

Política

Coerência, honestidade e coragem, pede Marchezan à equipe

Mais de 800 pessoas participaram do evento, realizado na sede da Fiergs
Foto: Joel Vargas/PMPA

A manhã deste sábado, 14, foi de conhecimento, aprendizado e troca de experiências para mais de 800 servidores, secretários municipais, vereadores e gestores públicos. O prefeito Nelson Marchezan Júnior reuniu sua equipe de governo em um seminário, na Fiergs, para falar de todas as realizações já feitas nestes três anos de gestão e mostrar, em primeira mão, o que está previsto para Porto Alegre avançar nos próximos meses e anos.

“Vocês todos que estão aqui hoje, escolhidos através do nosso Banco de Talentos, são responsáveis por toda esta transformação que está acontecendo no futuro de Porto Alegre”, disse o prefeito. “Conseguimos deixar de lado as divergências em busca de convergências. Temos mais um ano pela frente, e só peço a vocês que continuem trabalhando com coerência, honestidade e coragem. Nosso trabalho não é para partidos, entidades ou interesses políticos. Vamos continuar trabalhando para melhorar Porto Alegre para 1,5 milhão de pessoas”, enfatizou emocionado.

Durante o encontro, foi mostrado um balanço das principais ações do governo em saúde, educação, segurança, infraestutura, mobilidade e parcerias estratégicas, entre outras áreas. O prefeito também mapeou os desafios para 2020, último ano da sua administração.

Conceito – No final, o secretário de Comunicação, Orestes de Andrade Júnior, falou em nome de todos os secretários e adjuntos. “Falo pelos meus colegas quando digo que deves continuar lutando por uma cidade melhor. Muitas vezes, teu inconformismo é confundido com briga. Sabemos que tuas cobranças não são pessoais ou egoístas. São, sim, em nome do coletivo, de toda a população porto-alegrense. Agradecemos por fazer parte de um projeto inovador e realmente focado em fazer a diferença na vida das pessoas”, disse o secretário.

Os colegas da prefeitura e alguns vereadores presentes viram pela primeira vez o conceito de comunicação que vai nortear as ações do Município no próximo ano. “POA pra frente, POA pra gente” é o slogan escolhido para demonstrar que o governo fez as reformas estruturantes que a Capital necessitava e que agora está pronto para avançar. “Com a conquista do equilíbrio das contas, já se podendo vislumbrar um caixa no azul no final do próximo ano, chegou a hora de projetar um novo futuro para Porto Alegre”, diz Marchezan.

Segundo Orestes de Andrade Júnior, o conceito apresentado pela Morya foi o vencedor da licitação das agências de publicidade da prefeitura. “POA pra frente, POA pra gente ilustra bem o que o prefeito Marchezan fez em seu governo: nunca olhou pelo retrovisor; sempre mirou para a frente, implementando ações que beneficiam toda a população porto-alegrense, especialmente quem mais precisa”, afirma. “Há um sentimento no qual precisamos avançar. Já melhoramos muito, constrangendo os caranguejos e mostrando uma série de realizações que estavam há anos paralisadas na cidade, mas há muito mais a fazer pela Capital”, enfatiza.

Gestão responsável – Os secretários da Fazenda, Leonardo Busatto, e de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, explanaram o trabalho de gestão nos três primeiros anos de governo que garantiu investimentos para a cidade. Além da economia em custeio e das reformas propostas e apoiadas pela Câmara Municipal, a prefeitura aprovou a Lei de Responsabilidade Fiscal, que não permite o aumento de gastos sem a previsão de receitas. Este mecanismo vai assegurar que nas próximas gestões as despesas não voltem a ser maiores que as receitas.

O secretário de Relações Institucionais, Christian Lemos, explicou as novas diretrizes do Orçamento Participativo, baseadas em verdade, transparência e participação. Conforme enfatizou, não serão geradas expectativas sem haver certeza da entrega.

Um dos maiores desafios do governo está na área da Educação, como lembrou o secretário da pasta, Adriano Naves de Brito. Apesar do cenário aparentemente favorável, como uma rede pequena, salários altos e qualificação profissional, foi preciso quebrar paradigmas para melhorar os índices de aprendizado das crianças, que não é considerado adequado. Foram feitas mudanças em três eixos: rotina escolar, qualificação do turno inverso e mudança da relação de poder dentro das escolas, com maior participação da comunidade. O secretário falou ainda do fortalecimento da rede comunitária de ensino para suprir a necessidade de vagas de crianças em idade pré-escolar.

Na área de Serviços Urbanos, o secretário Ramiro Rosário falou sobre a revisão de contratos e a unificação deles, para dar aos documentos maior transparência mais possibilidades de fiscalização e controle. A tecnologia foi implantada em todas as pontas para maior acompanhamento dos serviços realizados, com ferramentas inéditas até então em Porto Alegre. Pagamento por produtividade às empresas contratadas para serviços e fotos antes e depois da conclusão dos trabalhos também são novidades na pasta.

Infraestrutura – Pela área de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, falaram o secretário Marcelo Gazen e o diretor de Conservação Urbana e Viária, Nilton Magalhães. Eles apresentaram o plano de requalificação viária, prevista para os próximos meses e anos. Por muito tempo, foi realizado apenas tapa-buracos na cidade, o que tornou a malha viária frágil. Nós próximos dez anos, as vias da Capital serão restauradas. As melhorias serão graduais e ininterruptas, para que as condições de tráfego melhorem a cada dia. O secretário adjunto de Planejamento e Gestão, Daniel Rigon, lembrou que foram feitos mais de 170 aditivos de obras da Copa com problemas em projetos.

César Griguc, novo presidente da Carris, relatou as estratégias para reduzir o déficit da empresa e viabilizar a retomada de investimentos. Serão comprados agora 87 novos ônibus.

Novas condutas – Sobre Segurança, o secretário adjunto, Solon Beresas Ford, falou sobre a nova postura da pasta no Município, ao assumir um papel protagonista, e não apenas de espera por iniciativas do Estado. Entre as inovações, estão a conduta ativa da Guarda Municipal, o cercamento eletrônico e a tecnologia de ponta. Porto Alegre é a primeira prefeitura do Brasil a ter acesso em tempo real aos serviços de emergência da cidade. “Quando todo o projeto de segurança estiver em pleno funcionamento, não tenho dúvidas de que Porto Alegre será a cidade mais segura do Brasil”, destaca Marchezan.

Com relação à Cultura, o secretário Luciano Alabarse enumerou grandes eventos da Capital que foram trazidos de volta com apoio da iniciativa privada. Exemplo disso é o Réveillon de Porto Alegre, que chegou a reunir 140 mil pessoas na Orla do Guaíba. Alabarse citou também, entre outras realizações, a participação ativa da prefeitura nos blocos de rua e o Natal Alegre, com eventos e atrações que estimulam o espírito natalino na cidade.

Desburocratização – Na área de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o foco é a desburocratização. Um dos destaques da pasta, segundo o secretário Germano Bremm, é a Lei das Antenas, para transformar Porto Alegre em uma cidade inovadora. A qualificação dos espaços públicos, pensando no bem-estar da população, e do cuidado com os animais também foi exaltada.

O diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), Darcy Nunes dos Santos, ressaltou os investimentos previstos para que não ocorra falta de água no verão os projetos de inovação, como o Wonder 2.0, desenvolvido em parceria com o movimento Pacto Alegre para reduzir o odor e o gosto na água da torneira.

Na Saúde, está um dos projetos mais importantes do governo, conforme destaca o secretário Pablo Stürmer. Colocar as pessoas no centro das ações é o objetivo maior da gestão. Para isso, utilizando o benefício das parcerias, foram ampliados o acesso à saúde e o número de leitos, contrariando uma tendência histórica da Capital. Também foi aumentada a oferta de exames e procedimentos, o que já reduziu em muito as filas de espera.

Com referência à Mobilidade Urbana, o secretário extraordinário, Rodrigo Tortorielo, falou da priorização do transporte coletivo e das inovações. Entre elas, estão a instalação de GPS em toda a frota de ônibus, a Lei dos Táxis e a nova Área Azul.

Por fim, o secretário de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro, referiu-se ao futuro das concessões e parcerias público-privadas (PPPs), que prometem elevar o nível de entregas de serviços à população. Fazem parte desses projetos a PPP da Iluminação, o estudo para definição de nova modelagem ao saneamento básico e os novos modelos de concessões de espaços públicos.

Campanha do Brinquedo – O seminário foi também uma oportunidade para os servidores e convidados participarem da Campanha do Brinquedo. Foram arrecadados 315 doações, a maior coleta em um só ponto de recebimento até o momento. Alguns presentes acrescentaram bilhetinhos para as crianças. A primeira-dama do Município, Tainá Vidal, agradeceu pelos donativos, que serão levados a instituições que atendem crianças e adolescentes da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc). (PMPA)

loading...
Patrocínio
Publicidade

Desenvolvido por: