Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

A Prefeitura de Porto Alegre publicou, em edição extra do Diário Oficial desta quinta-feira (7), nota técnica de orientação a farmacêuticos da rede de atenção primária do município sobre a distribuição de remédios sem eficácia comprovada contra a Covid-19.

A nota é assinada pelo secretário Municipal de Saúde Mauro Fett Sparta.

Segundo a prefeitura, a distribuição da ivermectina, azitromicina, hidroxicloroquina e cloroquina estará restrita à apresentação de prescrição médica e assinatura de termo de consentimento pelos pacientes.

No “Termo de Ciência, Consentimento e Orientação Farmacêutica de Hidroxicloroquina, Cloroquina, Azitromicina e/ou Ivermectina para Covid-19”, o paciente deve declarar que por livre iniciativa, aceita assumir os riscos que foram informados.

O prefeito da Capital Sebastião Melo disse em reunião do Comitê para o Enfrentamento à Covid-19 na tarde desta sexta (8), que já fez o pedido dos ‘kits Covid’ para o Ministério da Saúde.

“Pedidos já foram feitos. Estamos aguardando que o governo federal disponibilize o mais rápido possível”.

O presidente Jair Bolsonaro defende o uso da cloroquina como tratamento da Covid-19, embora estudos no Brasil e nos Estados Unidos, além de artigos publicados na revista científica “Nature”, mostrem que o medicamento não tem eficácia contra a doença, provocada pelo coronavírus.

Fonte: G1