Foto:

Covid-19: Os principais sintomas mudaram, eis os sinais a ter em atenção

Pesquisadores acreditam que a variante indiana pode ser uma das razões que explicam a mudança

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Cientistas do King’s College London, que dirigem um projeto de vigilância do coronavírus, afirmam que a covid-19 está “agindo de maneira diferente agora”. Antes, febre, tosse contínua e perda de olfato e paladar eram os sinais mais reveladores de contaminação por coronavírus, mas agora, os sintomas mais relatados têm sido outros.

De acordo com o estudo, as pessoas contaminadas têm se queixado mais frequentemente de sintomas de um resfriado leve, como  dor de cabeça, dor de garganta e coriza. Nenhuma dessas manifestações, no entanto, está na lista oficial de sintomas do coronavírus do NHS, Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido.

Os cientistas acreditam que a variante Delta, que se originou na Índia e vem se espalhando rapidamente desde o início de maio, pode estar por trás da mudança nos sintomas.

Outra hipótese é o fato de pessoas mais jovens serem infectadas e serem mais propensas a sofrer apenas de um quadro leve.

O principal autor do estudo, o professor Tim Spector, disse que as pessoas deveriam fazer o teste se acharem que estão resfriadas. Na opinião dele, isso ajudaria a conter qualquer possível disseminação da covid-19.

Doença rastreada

Esse mapeamento de sintomas está sendo feito desde março do ano passado, por meio de um aplicativo chamado ZOE. É o maior estudo de rastreamento de sintomas do Reino Unido.

Os dados analisados ​​pelo aplicativo mostraram que a tosse era o sintoma mais comum no início da pandemia, com 46% dos pacientes infectados apresentando essa queixa.

Mas agora foi superado por uma dor de cabeça (66%), dor de garganta (53%), coriza (49%) e febre (42%) em pessoas com menos de 40 anos. Pessoas acima dos 40 mostraram resultados semelhantes.

” Todos esses não são os velhos sintomas clássicos, o número cinco é a tosse, então é mais raro e nem vemos mais a perda do olfato entrando no top 10″, disse o professor Spector ao jornal Telegraph.

Sintomas oficiais

Inicialmente, o National Health Service (NHS) considerava febre e tosse contínua como os principais sintomas do vírus. Posteriormente, acrescentou na lista perda ou alteração no olfato e paladar. De acordo com o NHS, a maioria das pessoas que pega covid e apresenta sintomas tem pelo menos um desses listados acima.

Mas inúmeros outros estudos falam ainda em erupções cutâneas, urticária, dores musculares e diarreia como alguns dos sinais da doença.

Um estudo feito no ano passado no Brasil listou os 11 sintomas mais comuns entre os brasileiros. Dor de cabeça aparecia em primeiro lugar na lista. Veja aqui. 

Fonte: Catracalivre