Anvisa aprova uso de autoteste para covid-19 no Brasil – Porto Alegre 24 horas

Anvisa aprova uso de autoteste para covid-19 no Brasil

Em caso de resultado positivo, o diagnóstico deve ser confirmado por um profissional de saúde
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira, 28, por unanimidade, o uso e comercialização no Brasil de autoteste para detecção de covid-19.

Com a aprovação, será permitida a venda de autotestes diretamente ao consumidor por farmácias e estabelecimentos de saúde licenciados para comercializar dispositivos médicos.

A decisão, no entanto, não é imediata. As empresas habilitadas legalmente que desejarem colocar esses dispositivos à venda terão que registrar o produto na Anvisa.

A medida vale apenas para os chamados testes de antígenos, aquele que coleta o material no fundo da boca e do nariz com a ajuda de um swab, espécie de cotonete. Esse teste busca sinais de anticorpos gerados após a infecção. O resultado sai em torno e 25 minutos.

Entre os requisitos, a Anvisa determina que as instruções de uso, armazenagem e descarte do produto sejam claras e que utilizem ilustrações para facilitar o manuseio e a interpretação do resultado por parte do público leigo, ou seja, por indivíduos sem treinamento técnico ou científico formal para uso do produto.

A Anvisa também informou que espera que as empresas desenvolvam estratégias para que os compradores dos autotestes informem os resultados pela internet, voluntariamente. Apesar disso, a Agência não criou nenhum regra para isso.

O resultado do teste feito em casa não define um diagnóstico de covid, segundo a Anvisa. A indicação é a partir do resultado positivo, procurar uma unidade de atendimento de saúde para que um profissional de saúde realize a confirmação do diagnóstico. (Catraca Livre)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade