Exposição aborda a consolidação de Porto Alegre como capital do Estado

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





A edição de março do Projeto Mês a Mês na História traz os acontecimentos iniciais de Porto Alegre como capital, além do Dia Internacional da Mulher, a gripe espanhola, a instauração do regime militar no país e a primeira constituição brasileira, entre outros temas.

A exposição que acontece de 8 a 31 de março, no segundo andar do Memorial do RS (Sala Múltiplos Usos), tem entrada franca.




O Projeto Mês a Mês na História é uma iniciativa do Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul – instituição da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel), que apresenta ao público materiais do acervo relacionados a contextos e assuntos importantes da história gaúcha.

O projeto valoriza e incentiva a leitura de fontes primárias com a exposição de documentos com conteúdos de interesse da comunidade, que revelam um conhecimento inestimável sobre a História do Rio Grande do Sul e do Brasil. O desconhecimento desse material, mesmo entre o público erudito, torna esse acervo invisível e incapaz de cumprir sua utilidade como vestígios materiais da existência dos homens em vários tempos e lugares.



Acontecimentos que marcaram nossa história no mês de março

Para Porto Alegre foi um bom começo quando em março foi elevada à Freguesia, iniciando a trajetória que a consagraria como a Capital dos gaúchos e que sediaria, anos depois, também np mês de março, a posse do primeiro Presidente da Província. Foi o início também da institucionalização legal do Brasil independente de Portugal com a nossa primeira Constituição. Ainda em março acontecimentos abalaram as pessoas como o registro do primeiro caso da terrível gripe espanhola e a instauração do regime militar no Brasil. A comemoração de algumas lutas contra o preconceito, como a igualdade de direitos para as mulheres escolheram a data em março. Mas, no dia a dia, também em mar& ccedil;o verificou-se algumas estagnações, como o preconceito racial, explícito no documento que pregava o “branqueamento” da nação.

SERVIÇO

O quê: Mês a Mês na História – Março

Quando: De 8 a 31 de março; de terças a sábados, das 10h às 18h, e domingos e feriados, das 13h às 17h

Onde: Memorial do RS, Sala Múltiplos Usos (Praça da Alfândega, Centro Histórico de Porto Alegre)