Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

Marcius Melhem falou pela primeira vez na televisão sobre as acusações de assédio envolvendo Dani Calabresa, durante o Domingo Espetacular, da Record Tv, neste domingo, 20.

Marcius afirmou que nunca tentou agarrar a comediante à força durante uma festa e expôs mensagens de textos e áudio trocadas com Dani para defender a tese de que ele estava sendo alvo de uma vingança.

“Eu nem queria sair de casa, porque estou sendo ameaçado de morte e de espancamento”, disse Melhem. Ele classificou como mentirosa a reportagem da Revista Piauí que o acusa de ter exibido o pênis e lambido o rosto de Calabresa em uma comemoração do Zorra em novembro de 2017.

“Eu tenho duas filhas. Se eu tivesse feito aquela descrição do banheiro do bar, eu nem teria olhado nos olhos dela (…) Se isso tivesse mesmo acontecido, a festa teria acabado. Imagina, uma atriz que sai chorando e é amparada por colegas. Não existiu nada, a gente brincou no palco e até aí tudo bem. Se você olhar o grupo de atores no dia seguinte, todos estão apenas comemorando. Eu e Dani trocamos mensagens. Não teve nenhum constrangimento”, disse ele.

Relações no trabalho

Marcius Melhem confirmou que teve relações com mulheres que trabalharam com ele nos bastidores da Globo e afirmou que se arrepende de ter traído a ex-mulher Joana Rosenfeld.

“Muitas vezes longas, de um ano ou dois. Elas não ganharam nada por causa disso. Claro que pode haver uma zona cinzenta, mas nunca foi algo explícito”, disse.

“Eu não cometi maldades com ninguém. Nunca fiz um ato de violência com quem quer que seja. Eu nunca usei o meu poder para me relacionar com qualquer pessoa que seja, nem nunca troquei favores. Nem coagi ninguém”, acrescentou ele.

Vingança

Melhem revelou que tinha uma relação íntima de afeto e amizade com Dani Calabresa, porém os dois tiveram um desentendimento profissional no ano passado por causa do programa Fora de Hora.

“Eu quero chegar na Justiça porque isso que Dani está fazendo comigo é vingança. Ela reclamou que o texto estava mal escrito, queria os autores dela, não queria fazer o programa com o Paulo. Ela estava tão irredutível que a gente tomou a decisão artística de tirá-la do projeto. Não foi algo pessoal, mas da casa”, afirmou. (Terra)