Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Nesta sexta-feira (29/1), um comentário feito por Karol Conká desagradou internautas, principalmente os nordestinos. Dentro da casa do Big Brother Brasil, a cantora falou sobre o comportamento da parceira de confinamento Juliette, que é de Campina Grande, Paraíba.

“Me disseram que lá na terra dessa pessoa é normal falar assim. Eu sou de Curitiba, é uma cidade muito reservadinha”, começou Karol em conversa com Thaís Braz e Sarah Andrade, dentro do quarto.

Características de Juliette como a forma que se expressa, o fato de usar o tom de voz alto e tocar nas pessoas, foram mencionadas pela sister.

“Por mais que eu seja artista e rode o mundo, eu tenho os meus costumes. Eu tenho educação para falar com as pessoas. Tenho meu jeito brincalhão mas eu não invado e não falo pegando nas pessoas. Eu acho estranho”, destacou a rapper.

Sem nomear com quem falou anteriormente sobre a paraibana, Karol contou que pensou que ela estava a tratando diferente, e então a pessoa explicou que era apenas “o jeito” de Juliette.

Nas redes sociais, o assunto bombou e se tornou um dos mais comentados do momento. “Não adianta lutar pelo fim do racismo e esquecer da xenofobia e do machismo”, criticou uma internauta. “Não dá pra passar pano pra Xenofobia”, completou outra. (Metrópoles)

Assista o momento: