Foto: Reprodução | TV Globo

BBB21: Entidades estudantis se revoltam com Nego Di nas redes sociais

O humorista fez referência de forma pejorativa aos estudantes secundaristas que ocuparam escolas em 2015.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

RD1

Além de Karol Conká, Nego Di também tem sido criticado por atitudes dentro do BBB 2021, da Globo. A discussão entre o brother e Lucas Penteado, durante a madrugada de hoje (3), repercutiu principalmente pela fala do líder que disse que o rival Lucas “defende vagabundo”.

O humorista fez referência de forma pejorativa aos estudantes secundaristas que ocuparam escolas em 2015. O ator ficou marcado por ter sido uma das lideranças do movimento em São Paulo que protestaram contra a proposta de reorganização do ensino público do então governador Geraldo Alckmin.

A Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) disse ao UOL que a fala de Nego Di é absurda e mostra o desconhecimento obre o movimento estudantil.

A presidente da entidades, Rozana Barroso, declarou: “Passamos pelo pior momento da educação no Brasil e um participante do BBB tem a cara de pau de chamar a gente de vagabundos. A luta pela educação é uma luta pelo Brasil, contra as desigualdades. Ele não entende o que amor pelo Brasil então”.

Ela, no entanto, garantiu que está disposta a conversar com o humorista no futuro para que ele realmente entenda as demandas dos estudantes. Rozana também fez questão de defender a presença de Lucas no reality.

“Ali se reproduz tanta coisa que a gente não deveria reproduzir. Ele tem que entender o papel do estudante brasileiro na luta pelo país melhor. E o Lucas está disposto a aprender com seus erros. O movimento estudantil é isto: um grande aprendizado”, comentou.

O presidente da UNE (União nacional dos Estudantes) usou o seu perfil para detonar a fala de Nego Di. Iago Montalvão escreveu: “Um maluco como Nego Di que fala em rede nacional pro Lucas, que foi um militante secundarista, que a revolução dele é defender vagabundo, tem que ser rejeitado por muito, para o Brasil ver que quem fala esses absurdos está muito errado”.

A cantora e deputada estadual Leci Brandão (PC do B) também reagiu sobre a polêmica: “Eu quero dizer aqui que também defendo os estudantes; estudantes não são vagabundos e quem está na luta por uma educação emancipadora tem alma revolucionária”.