Projeto distribui livros de graça nas paradas do bairro Lomba do Pinheiro – Porto Alegre 24 horas

Projeto distribui livros de graça nas paradas do bairro Lomba do Pinheiro

A iniciativa se integra às centenas de homenagens realizadas em todo o mundo em celebração ao Dia Internacional do Livro
Foto: Porto Alegre 24 Horas

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Direto da redação:

Nesta sexta-feira (23) está acontecendo a distribuição de mais de mil livros de literatura entre os pontos de ônibus das paradas 2 e 21 da Lomba do bairro Lomba do Pinheiro. A oitava edição do projeto Livro na Lomba ocorre entre as 6h e 8h30.

Realizada pela Biblioteca Leverdógil de Freitas do Instituto Porto-Alegrense de Arte-Educação (Ipdae), com apoio da Secretaria Municipal da Cultura, a ação marca o Dia Internacional do Livro. “Fortalecer a cultura nas comunidades e principalmente promover a leitura e o livro, é um compromisso permanente da administração. Apoiar a distribuição de livros, é apostar na cultura, na ciência e no conhecimento, como ferramenta de crescimento social”, afirma o secretário Günter Axt.

As paradas 2 a 21 costumam receber passageiros vindos de outros bairros e de regiões mais afastadas da Lomba do Pinheiro, incluindo sítios de Viamão, Lami, Itapuã, Belém Velho, Rincão, Campo Novo, Pitinga, Restinga, Hípica, entre outros bairros. Nas sete edições anteriores do projeto, foi distribuído um total de 7 mil livros.

A iniciativa se integra às centenas de homenagens realizadas em todo o mundo em celebração ao Dia Internacional do Livro, que iniciou-se na Catalunha, Espanha, em 1995. O projeto também tem o apoio da Fundação Ecarta, Rede Luz Porto Alegre, Grupo União Voluntários e Comitê de Cidadania dos Funcionários do Banco do Brasil.

A diretora do Ipdae, responsável pela ação Fátima Flores, comenta que muitos dos livros distribuídos nos anos anteriores foram sendo repassados. “O mesmo livro foi lido por três ou quatro pessoas. Algumas pessoas, após a leitura, devolveram os livros para a biblioteca e solicitaram outros. Em face disso, colocamos um banco de trocas de livros”, acrescenta Fátima. Além de oferecer um diversificado acervo, a biblioteca promove diversos programas de fomento à leitura e ao livro, como Hora do Conto, Varal da Poesia e Oficina de Leitura, que atualmente se encontram suspensos devido à pandemia.

O local é aberto à comunidade e mesmo durante a pandemia permanece em funcionamento, recebendo leitores mediante agendamento prévio e observância aos protocolos de segurança sanitária. A diretora da entidade ressalta que a procura aumentou durante a pandemia. “A biblioteca, localizada no bairro Lomba do Pinheiro, de aproximadamente 80 mil habitantes, exerce um papel social e cultural extremamente importante ao disponibilizar um acervo variado para que as pessoas possam encontrar alívio neste momento de isolamento social.”

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade