Spotify mantém podcast negacionista e perde catálogo de Neil Young

Spotify mantém podcast negacionista e perde catálogo de Neil Young

O cantor avisou que sairia da plataforma porque a mesma mantém em seu catálogo o podcast negacionista ‘Joe Rogan Experience’, o maior do mundo
Foto: Per Ole Hagen/Flickr

Compartilhe esta notícia

A plataforma de música por demanda Spotify fez sua opção entre o cantor e compositor canadense Neil Young e o podcast negacionista ‘Joe Rogan Experience’. Nesta quarta-feira (26), o Spotify começou a retirar toda a obra do cantor do seu catálogo.

Young avisou, através de uma carta ao seu empresário, que sairia da plataforma porque a mesma mantém em seu catálogo o podcast ‘Joe Rogan Experience’, que é o maior do mundo e exclusivo da plataforma.

Foto: Per Ole Hagen/Flickr

“Vou fazer isso porque o Spotify está espalhando informações falsas sobre vacinas, o que causa potencialmente a morte daqueles que acreditam na desinformação disseminada pelo mesmo. Quero toda a minha música fora da plataforma”, escreveu.

Neil Young, de 76 anos, salientou o nome de Joe Rogan, e lembrou que o apresentador ajudou a espalhar informação falsa sobre o vírus e as vacinas, dando palco a negacionistas.

Ou um ou outro

O Spotify “pode ter o Rogan ou pode ter o Young, mas não pode ter ambos”, afirmou ainda Young. “Com 11 milhões de ouvintes por episódio, o ‘Joe Rogan Experience’ é o maior podcast do mundo, e tem uma influência tremenda. O Spotify tem a responsabilidade de travar a propagação de desinformação na sua plataforma”, disse o artista.

Neil Young é um dos que assinou uma carta aberta ao Spotify, no mês passado, junto com outros 270 médicos, físicos e cientistas, que pedem à plataforma para que impeça Joe Rogan de continuar a espalhar informações falsas.

Novo álbum

Neil Young tem mais de seis milhões de ouvintes no Spotify. Ele acabou de lançar, em dezembro do ano passado, o álbum “Barn”, com a banda Crazy Horse. (Revista Fórum)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade