Centro Histórico de Porto Alegre tem concerto gratuito de música erudita nesta terça-feira – Porto Alegre 24 horas

Centro Histórico de Porto Alegre tem concerto gratuito de música erudita nesta terça-feira

Pianista Mariaclara Welker é uma das atrações do evento, a partir das 18h.
Foto: Divulgação

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Apresentada mensalmente na Praça Montevidéu, em frente à sede da prefeitura de Porto Alegre, a série “Música no Paço Municipal” chega às 18h desta terça-feira (21) ao seu terceiro concerto mensal. O destaque fica por conta da pianista Mariaclara Welker e do duo formado por Giovane Marquetti no violino e Murilo Alves no violoncelo.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

A apresentação é gratuita e aberta ao público, em mais uma iniciativa alusiva aos 250 anos de fundação da cidade. Confira, a seguir, o programa do recital, elaborado sob curadoria da Casa da Música Poa e com ênfase em composições eruditas de nomes nacionais e estrangeiros.

Mariaclara Welker

– Sergei Rachmaninoff (1873-1943): “Polichinelo, opus 3, nº 4.

– Ernesto Nazareth (1863-1934): “Apanhei-te, Cavaquinho” e “Floreaux”.

– Heitor Villa-Lobos (1887-1958): “Duas Cirandas”, “Terezinha de Jesus” e “Passa, Passa, Gavião”.

– Ethan Uslan (1979–): “Bluin’ The Danube”.

Duo Alves Marquetti

– Ludwig van Beethoven (1770-1827): “Duo nº 1 em Dó Maior” e “WoO27”.

– Reinhold Glière (1875-1956): “Opus 39 para violino e violoncelo” e “Berceuse”.

– Ernani Aguiar (1950–): “Duos de Prados”, “Moderado e fluente”, “Cantilena” e “Ronda”.

Trajetórias

A pianista Mariaclara Welker tem 18 anos e apresentou seu primeiro recital público com apenas oito, na Casa da Música. Sob orientação de Olinda Allessandrini, tem sido convidada como recitalista e já se apresentou diversas vezes em locais como o Theatro São Pedro, além de outras cidades gaúchas.

Em 2020, recebeu o prêmio “Revelação” no Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, concorrendo com 122 candidatos de todo o País. Também foi a mais jovem musicista aprovada no Concurso “Jovens Solistas” da Orquestra de Câmara da Fundarte.

Esse concurso rendeu a ela convites para tocar com outras orquestras, como a Orquestra Filarmônica da PUCRS, a Orquestra Villa-Lobos e a Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul. Atuou com os regentes Antônio Carlos Borges Cunha, Manfredo Schmiedt, Márcio Buzatto, Fernando Cordella, Cecília Silveira e Matheus Kleber.

Já violinista Geovane Marquetti nasceu em 1988 na cidade de Volta Redonda (RJ) e iniciou estudos do instrumento aos 6 anos. Atuou em Orquestras de Cordas em seu Estado e com as companhias de balé Alla Scala de Milão (Itália) e Bolshoi (Rússia), além das Orquestra Sinfônicas de Caxias do Sul, Gramado e Porto Alegre (Ospa). Atua, ainda, como professor de música em projetos sociais.

Também fluminense, o violoncelista Murilo Alves é mestre em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e foi na Alemanha e Suíça. Integrou a Orquestra Filarmônica de Goiás e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Foi vencedor do concurso de solistas da Orquestra Sinfônica da Unirio e recebeu a premiação de Melhor Interpretação de Música Contemporânea dos séculos 19 e 20.

Atuou como professor de violoncelo nos projetos “Aprendiz” e “Bem-me-quer Paquetá”, no Rio de Janeiro, bem como no 10° Festival Internacional de Música de Pelotas. É violoncelista da Ospa desde 2017.

(Marcello Campos | O Sul)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade