Pabllo Vittar acusa YouTube de LGBTfobia

Pabllo Vittar acusa YouTube de LGBTfobia

Cantora afirma que a plataforma censura seus vídeos
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia

Revista Fórum – A cantora Pabllo Vittar fez uma série de vídeos em seu perfil no Instagram na manhã deste sábado (2) onde afirma que as regras do Youtube possuem dois pesos e duas medidas. No caso, as restrições são sempre válidas para artistas LGBT e nunca para heterossexuais.

Para exemplificar a LGBTfobia presente nas regras do YouTube, Pabllo Vittar usa a nova música de Zé Felipe.

“Lembram quando eu lancei ‘Bandida’ e o Youtube me restringiu e me fez colocar um asterisco no final de ‘Bandid*’? Então, Zé Felipe acabou de lançar uma música que chama ‘Bandido’, a música é legal, só que o Youtube não o restringiu. Está escrito lá ‘Bandido’ com todas as letras”, critica Vittar.

Em seguida, a cantora ironiza o fato de que a plataforma de vídeos sempre afirma que as regras são iguais para todos. “Eu fico muito triste quando eu vejo essa discrepância já que as diretrizes do YouTube são iguais para todos, por que comigo é sempre assim? É um desabafo mesmo. Eu acabei de ver um tuíte que fala sobre isso… às vezes parece que as pessoas ficam pegando no nosso pé, mas isso só dá mais força para gente”, finaliza.

A denúncia de Pabllo Vittar foi parar nos trends topics do Twitter com a expressão “YOTUBE HOMOFÓBICO”. A cantora aproveitou a repercussão para pedir o fim da censura à sua música.

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade