Rap In Cena vence o Prêmio de Responsabilidade Empresarial no Setor de Eventos na categoria Social
Foto: Still Drone

Rap In Cena vence o Prêmio de Responsabilidade Empresarial no Setor de Eventos na categoria Social

Realizado pela ABRAPE, em parceria com a Ambev, premiação inédita no país reconhece as melhores práticas ESG no setor de eventos

Compartilhe esta notícia

Após se consolidar como o maior festival de cultura hip hop do Brasil, o Rap In Cena acaba de vencer o Prêmio de Responsabilidade Empresarial no Setor de Eventos – PRESE 2023. Sendo a única empresa gaúcha a concorrer na categoria “Social”.

 

Realizado pela ABRAPE, em parceria com a Ambev, a premiação inédita no país reconhece as melhores práticas ESG no setor de eventos. ESG é a abreviatura de Environmental, Social and Governance, e representa as práticas ambientais, sociais e de governança de uma organização. As categorias da premiação são divididas em: Meio Ambiente, Social e Governança.

 

Os vencedores foram conhecidos durante a 8ª edição do Congresso Brasileiro dos Promotores de Eventos promovido pela ABRAPE, que aconteceu nos dias 22 e 23 de novembro no Vibra São Paulo. A cerimônia de premiação aconteceu nesta quinta-feira (23). Keni Martins, sócio e idealizador do Rap In Cena e Eduardo Corte Real, sócio do Grupo Austral, estiveram presentes.

 

“Estamos muito felizes com essa conquista de um prêmio que coloca em evidência práticas tão importantes dentro do setor de Eventos. O Rap In Cena nasceu com o DNA da transformação social, então ter esse reconhecimento da ABRAPE junto a Ambev é mais um passo da nossa caminhada por uma sociedade melhor”, comemora Keni Martins.

 

Em 2023, Olimpo Produções e Grupo Austral realizaram a 9 edição do Rap In Cena, que se consolidou como maior festival de cultura hip hop do Brasil. Uma marca que, vai além da realização de um grande evento, promovendo transformação social através de sete pilares fundamentais: cultura, arte, esporte, educação, música, entretenimento e social.

 

“O objetivo das nossas ações é simples e direto: transformar vidas através desses sete pilares que definem o Rap In Cena, de uma forma interativa, diversa, ampla e alegre, afinal com música tudo fica mais divertido e interessante”, finaliza Keni Martins.

Impactos gerados pelo Rap In Cena em 2023

  • 80 toneladas de alimentos arrecadados;

  • 6 mil ingressos solidários distribuídos gratuitamente em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre para comunidades indígenas, quilombolas, regiões OP e pontos de cultura de diversas comunidades periféricas;

  • 10 escolas contempladas com o Rap In Cena Educa;

  • 6 modalidades esportivas presentes (skate, breaking, basquete, jiu jitsu, boxe, kickboxing);

  • Espaços culturais para expressar arte independente (batalha de rima, SLAM, tatuagem, telas de arte, grafite, lojas de produtos independentes);

  • Exposição do 1º Museu de Cultura Hip Hop da América Latina em homenagem aos 30 anos do Da Guedes, grupo histórico de Porto Alegre, durante o festival;

  • 3 palcos simultâneos, que contou com 154 shows em dois dias de festival;

  • Palco Bronx, dedicado ao protagonismo de artistas negros, LGBTQIAP+,contando com com a lista Transfree gerando acesso ao público alvo, através de 200 ingressos gratuitos.

Sobre o Rap In Cena

Idealizada por Keni Martins, a marca Rap In Cena movimenta o hip hop no Rio Grande do Sul desde 2014. Neste nove anos de atividade, mais de 190 artistas foram contratados e um público superior a 147 mil pessoas passaram por 30 eventos realizados em 19 casas noturnas e espaços de shows do estado. Durante o período, também foram gerados cerca de 10,5 mil empregos, além da arrecadação de 180 toneladas de alimentos distribuídos para mais de cinquenta instituições gaúchas. Desde a edição 2022, o Rap In Cena apresenta o Rap In Cena Educa, em parceria com a União Gaúcha dos Estudantes. Nomes como Rafa Rafuagi, responsável pelo Museu do Hip Hop de Porto Alegre e Mari Marmontel, integrante do Poetas Vivos, levam oficinas de poesia, pocket show e bate-papo sobre a cultura hip hop para vinte escolas públicas de Porto Alegre. Já a partir de 2023, o festival apresenta a Vila Olímpica, arena destinada às atrações culturais e esportivas, ferramentas de transformação social que o RIC traz em seu DNA.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!