Defesa Civil alerta para cuidados que podem evitar tragédias

Notícias

Defesa Civil alerta para cuidados que podem evitar tragédias




Coordenada pela Defesa Civil, a Comissão Permanente de Atuação em Emergências (Copae) reuniu-se nesta terça-feira, 24, para mostrar ações que vem realizando em Porto Alegre para diminuir o tempo de resposta às comunidades atingidas por sinistros e aumentar a eficiência das atividades que dependem da integração dos órgãos.
A Defesa Civil do município vem desenvolvendo os projetos de capacitação e treinamento dos moradores, sistema de alerta e alarme comunitário e Defesa Civil nas Escolas. Além disso, promoveu o fortalecimento institucional. O Projeto Defesa Civil nas Escolas vem enfatizar as ações com crianças e jovens, criando assim, desde cedo, uma cultura de prevenção e proteção civil, inserindo nas gerações atuais e futuras um comportamento de práticas mais seguras que visam à redução do risco de desastres. O projeto tem por objetivo incorporar conceitos de redução de riscos de desastres e acidentes à educação escolar, tendo como público alvo os alunos do quinto ano do ensino fundamental, com faixa etária entre 10 e 11 anos de idade.




Durante a reunião, o coordenador adjunto de Proteção e Defesa Civil de Porto Alegre, major Telmo de Castro Filho, destacou a importância de capacitar moradores, gestores e lideranças comunitárias para a identificação de riscos de desastres. “A Defesa Civil, desde o início do ano, vem promovendo seminários comunitários de proteção. Até o final do ano, todas as 17 Centros de Relações Institucionais e Participativas (Crips) receberão os eventos ministrados pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, pelo Grupo de Atuação em Emergências (GPA), pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo 1º Batalhão de Bombeiro Militar (1º BBM)”, salientou Telmo.
O soldado Pedro Henrique Pereira dos Santos, do 1º Batalhão de Bombeiros Militar um dos convidados da reunião da Copae, explicou a importância de cuidados básicos, como manutenção do fogão, podem evitar tragédias. Explosões de botijões de gás em residências podem acarretar graves acidentes, com prejuízo material e perda de vida humana. Para evitar tragédias, é preciso ficar atento a detalhes importantes, como orientou o sargento Pedro Henrique, do Corpo de Bombeiros.




“O primeiro passo é realizar manutenção constante no botijão, na mangueira e no próprio fogão”, explicou o comandante. “Alguns vazamentos começam sorrateiramente, com odor fraco, e não chamam a atenção da família, que acaba se acostumando com ele e deixando de tomar os cuidados necessários para evitar um desastre”, completou o sargento.
É preciso verificar o estado do botijão no momento da compra. Caso haja dúvidas sobre o peso ou qualidade, é preciso pedir a troca imediata.  “O botijão não pode estar amassado, enferrujado ou apresentar qualquer outro tipo de danificação”, explicou.
Segundo Marcio Alex Marques Cardoso, da Defesa Civil municipal, é de grande importância a participação da comunidade. “É o conjunto de medidas permanentes que visam a evitar, prevenir ou minimizar as consequências dos eventos desastrosos e a socorrer e assistir as populações atingidas, preservando seu moral, limitando os riscos de perdas materiais e restabelecendo o bem-estar social”, disse. (PMPA)




loading...
Patrocínio

Desenvolvido por: