Mulheres também caçavam na pré-história, revelam novas descobertas
Foto: Imagem Ilustrativa / Freepik

Mulheres também caçavam na pré-história, revelam novas descobertas

Estudo desmente ideia tradicional de divisão de gênero nas atividades de subsistência durante o Paleolítico

Compartilhe esta notícia

A ideia convencional de que apenas os homens exerciam atividades de caça enquanto as mulheres desempenhavam papéis domésticos na pré-história foi desafiada por recentes descobertas na área da antropologia. Sarah Lacy e Cara Ocobock, professoras de Antropologia na Universidade de Delaware e Notre Dame, respectivamente, contestam a narrativa de gênero prevalente, destacando que esta não possui base científica sólida.

Num artigo publicado no ‘The Conversation’, as pesquisadoras revisaram uma série de papers e artigos recentes que contradizem o mito do homem provedor. Ao estudar os comportamentos do homem de Neandertal e do Homo sapiens durante o Paleolítico, identificaram evidências consideráveis de uma ausência de divisão de trabalho baseada no gênero entre os caçadores-coletores.

As análises destacam que há crescentes evidências anatômicas, fisiológicas, etnográficas e arqueológicas que sugerem o envolvimento das mulheres na caça durante o passado evolutivo humano. Além disso, aspectos físicos dos corpos femininos da época apontam para características que favoreciam a resistência necessária para atividades de alto impacto, como a caça.

A presença de ferimentos semelhantes entre homens e mulheres em fósseis do período indica uma participação feminina coletiva na caça. Essas distinções de gênero só se tornaram mais evidentes com o advento da agricultura, durante o Neolítico, quando ocorreu uma estratificação econômica e social mais clara. As autoras concluem que, ao contrário da visão tradicional, os antigos povos paleolíticos não viviam em um patriarcado, mas em um sistema onde todos contribuíam igualmente para as tarefas diárias.

Com a informação Revista Fórum.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!