Garota de programa rouba cartão de memória e descobre fotos e vídeos de assassino em série no Alasca
Foto: Reprodução/Rede Social

Garota de programa rouba cartão de memória e descobre fotos e vídeos de assassino em série no Alasca

Descoberta acidental por garota de programa leva à prisão de serial killer Brian Steven Smith

Compartilhe esta notícia

Uma descoberta surpreendente vincula assassinato em série no Alasca a um cartão de memória encontrado por uma mulher que trabalha como garota de programa. O dispositivo continha imagens chocantes de tortura e assassinato, levando à prisão de Brian Steven Smith, suspeito de múltiplos homicídios.

Após cometer um pequeno delito, a mulher adquiriu o cartão SD do caminhão de Smith, sem saber que continha evidências cruciais. As imagens perturbadoras mostram o assassinato brutal de Kathleen Henry, com frases macabras proferidas pelo agressor.

A polícia identificou Smith pelas gravações, ligando-o a múltiplos crimes violentos no Alasca. O serial killer enfrenta agora 14 acusações, incluindo assassinato e agressão sexual, podendo pegar até 99 anos de prisão.

A descoberta acidental desse dispositivo de memória revelou uma rede de crime organizado chocante, trazendo alguma justiça às vítimas e suas famílias. Este caso destaca a importância da colaboração cidadã e do uso de tecnologia forense na resolução de crimes.

Com a informação Revista Fórum.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!