Sol explode e causa blecaute de rádio na América do Sul
Foto: Reprodução/NASA/SDO

Sol explode e causa blecaute de rádio na América do Sul

Ondas de rádio de baixa frequência foram as mais impactadas, interrompendo serviços como navegação aérea e marítima, comunicação com satélites e algumas transmissões de rádio AM.

Compartilhe esta notícia

Explosão solar de alta intensidade, classificada como X1.1, atingiu a Terra na última quinta-feira (28), causando blecaute de ondas de rádio em diversos países da América do Sul. O evento, registrado pelos instrumentos do observatório Solar Dynamics da NASA, ionizou a camada superior da atmosfera terrestre, afetando as comunicações.

Ondas de rádio de baixa frequência foram as mais impactadas, interrompendo serviços como navegação aérea e marítima, comunicação com satélites e algumas transmissões de rádio AM. O blecaute, que durou cerca de uma hora, também atingiu o Oceano Índico, mas com menor intensidade.

A explosão, originada da mancha solar AR3615, foi acompanhada por uma ejeção de massa coronal (CME), uma nuvem de plasma solar. Felizmente, a CME não atingiu a Terra, evitando impactos mais severos.

Este evento, somado a outros recentes, reforça a suspeita dos cientistas de que o Sol esteja próximo do máximo solar, período de maior atividade em seu ciclo de 11 anos. Para confirmar essa hipótese, é preciso aguardar a diminuição da atividade solar nos próximos meses.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram e no Whatsapp.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!