Porto Alegre pode ter Câmara Climática para prevenir desastres naturais
Search
Foto: Imagem Ilustrativa / Elson Sempé Pedroso/CMPA

Porto Alegre pode ter Câmara Climática para prevenir desastres naturais

Projeto de lei de Adeli Sell propõe órgão integrado para enfrentar eventos climáticos

Compartilhe esta notícia

Está em debate na Câmara de Vereadores de Porto Alegre um projeto de lei que cria a Câmara Climática de Porto Alegre, iniciativa do vereador Adeli Sell (PT). A proposta visa enfrentar eventos climáticos extremos e desenvolver o Plano Municipal de Prevenção a Acidentes Climáticos.

A nova Câmara será um órgão misto, reunindo governo e sociedade civil, com reuniões bimensais. Entre os participantes estarão representantes do Instituto dos Arquitetos do Brasil/RS (IAB-RS), da Sociedade de Engenharia e do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS).

O projeto estipula que a Câmara será composta por membros do Executivo Municipal, instituições de ensino e entidades ambientais, além de organizações sindicais e outras relevantes para o enfrentamento de eventos climáticos. A intenção é promover uma abordagem colaborativa na elaboração de políticas climáticas.

Adeli Sell aponta o aumento de eventos climáticos extremos como principal motivação para a criação da Câmara. Ele destaca a necessidade de mudanças na governança local para lidar com fenômenos como ventos fortes, chuvas intensas e alagamentos de maneira eficiente.

Com a informação CMPA.

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram e no Whatsapp.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!