Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

A Caixa Econômica Federal deposita neste domingo (15) novas parcelas do auxílio emergencial para 3,6 milhões de pessoas nascidas em setembro, que fazem parte do ciclo 4 do calendário. Ao todo serão depositados R$ 1,4 bilhão.

Desse total, 700 mil receberão da 1ª à 5ª parcela de R$ 600 e outros 2,9 milhões serão contemplados com a primeira ou segunda parcela do auxílio extra, de R$ 300.

O saque para esse grupo está previsto para 28 de novembro. Mas a partir de hoje, os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.

Bolsa Família

A partir da terça-feira (17), o grupo do Bolsa Família começa a receber a terceira parcela extra do auxílio de R$ 300. Esses beneficiários seguem o calendário do programa, todos os dez últimos dias úteis do mês, de acordo no o número final do NIS.

Contestação

As pessoas que tiveram o auxílio emergencial de R$ 600 cancelado pelo Ministério da Cidadania por indícios de irregularidades identificados pelos órgãos de controle, como CGU (Controladoria-Geral da União) e TCU (Tribunal de Contas da União), poderão contestar a decisão até esta segunda-feira. A solicitação é feita por meio meio do site da Dataprev (dataprev.gov.br).

O auxílio emergencial já superou a marca de R$ 250 bilhões pagos a 67,8 milhões de brasileiros. O benefício, criado para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus na população de baixa renda já realizou um total de 401,1 milhões de pagamentos.

Mas nem todos os beneficiários que receberam as cinco parcelas de R$ 600 do auxílio normal vão ganhar as quatro parcelas do auxílio extra de R$ 300. Quem começou em abril recebe as quatro extras, mas quem começou em maio recebe três, em junho, duas, e em julho, uma.

O Sul