Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

O governo federal decidiu antecipar o pagamento do abono salarial PIS-Pasep 2020-2021 para fevereiro, de acordo com nova resolução publicada nesta sexta-feira (5) no Diário Oficial da União.

Quem nasceu nos meses de março a junho ou tem número final de inscrição entre 6 e 9 receberá o benefício no dia 11 de fevereiro. Pelo calendário anterior, os nascidos em maio e junho e com número final de inscrição 8 e 9 receberiam apenas em 17 de março.

A mudança no calendário também beneficia os servidores, militares e funcionários de empresas públicas sem contas no Bando do Brasil e que tenham direito ao abono do Pasep. Os que têm inscrições no programa com finais 8 e 9 receberiam no dia 17 de março e, agora, também farão a retirada em 11 de fevereiro (mesmo dia dos finais 6 e 7).

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com registro formal e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2019.

É preciso estar inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do abono pode chegar a um salário mínimo (R$ 1.100), dependendo do número de meses trabalhados no exercício anterior (neste caso, 2019). Portanto, quem trabalhou um mês no ano-base 2019 receberá 1/12 do piso nacional. Quem trabalhou 2 meses receberá 2/12 e assim por diante. Só terá o valor total quem trabalhou o ano de 2019 inteiro.

Os trabalhadores que não são correntistas da Caixa, o dinheiro será depositado na poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

O PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado e é pago pela CEF ( Caixa Econômica Federal). Já o Pasep é pago a servidores públicos por meio do Banco do Brasil.0

Confira o calendário de pagamento do PIS:

Confira o calendário de pagamento do PASEP:

Via Catraca Livre