auxílio
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Auxílio emergencial: cadastro no Caixa Tem recomeça amanhã, confira o calendário

Atualização busca diminuir fraudes no pagamento do benefício.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A Caixa Econômica Federal inicia nesta quinta-feira (18) a atualização de dados cadastrais no aplicativo Caixa Tem para quem nasceu em março . A opção já está disponível para os aniversariantes de janeiro e fevereiro.

O aplicativo foi usado em 2020 por mais de 58 milhões de brasileiros para receber o auxílio emergencial. O banco informou que a atualização dos dados é aumentar a segurança dos usuários do aplicativo. A instituição financeira acrescentou ainda que o recadastramento não será condição para o recebimento da próxima rodada do auxílio emergencial, a ser liberada em abril.

A atualização dos dados acontece de forma escalonada, e o calendário segue o mês de nascimento dos clientes. Esse calendário vai até o dia 31 deste mês, quando poderão atualizar os dados quem nasceu em dezembro.

Além de ter sido criado para o pagamento do auxílio emergencial, o app Caixa Tem também serviu para outros pagamentos do governo como o Benefício Emergencial para Preservação de Emprego (BEm, pago a quem teve o salário reduzido ou contrato de trabalho suspenso), o abono salarial do PIS/Pasep e o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço ( FGTS).

Também é usado para movimentar as poupanças digitais gratuitas criadas por lei para o pagamento de benefícios sociais. Desde novembro, beneficiários do Bolsa Família também recebem o depósito na poupança digital.

Confira como atualizar

Para efetivar a atualização, o usuário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro” no aplicativo e enviar a documentação solicitada — selfie e documentos pessoais (CPF e comprovante de endereço). O envio é feito totalmente pelo celular, sem a necessidade de ir até uma agência da Caixa.

Mais de 120 milhões de pessoas foram beneficiados pelos pagamentos via Caixa Tem. Já foram 612,4 milhões de pagamentos realizados em um total de R$ 351,8 bilhões.

Calendário

Divulgação/Caixa